EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish    
Serra da Estrela
 
 
 
  Rotas turísticas | Vale Glaciar de Alforfa Outras rotas a conhecer Em destaque
 
 
Vale Glaciário de Alforfa

 

Situado na projecção oposta do Vale Glaciário de Manteigas, este foi originado por um glaciar que atingiu os 5,5 km de comprimento e se dissolveu a uma altitude de 800 m.

 

A  sua maior exposição solar em relação ao vale oposto justifica esta diferença de altitude no termino do glaciar (120 m). No entanto, este é o vale onde melhor se podem observar os terraços de acumulação proglaciária, acumulações desordenadas de rochas e blocos de grandes dimensões localizados à frente das antigas línguas glaciárias.

 

Os depósitos mais importantes situam-se a jusante da confluência do Vale da Estrela e do Vale de Alforfa, na junção da Ribeira das Cortes.

 

Percurso 2:

 

Covão do Ferro

Para este Vale Glaciário propõem-se duas possibilidades que deixamos a cargo do visitante: percorrê-lo na totalidade e aproveitar toda a magnitude do trajecto ou simplesmente fazer o percurso de automóvel, sendo este o mais cómodo e viável para as pessoas com pouca disponibilidade de tempo.

 

PERCURSO PEDESTRE:

( Aconselhável mapa turístico do Parque Natural da Serra da Estrela )

Duração: 4: 50h

Distância: 13 km

 

Siga o trilho (assinalado no mapa) a Leste da torre descendo as vertentes abruptas do Covão do Ferro e passando à direita da Barragem do Padre Alfredo cujas águas abastecem Unhais da Serra.

 

Após a barragem continue pelo caminho que desce a encosta da nascente do Terroeiro por entre piornais, urzes e amontoados de pedras que rolaram da vertente e por entre as quais se ouve o correr das águas.

 

Continue pelo caminho ao longo da encosta percorrendo o Covão da Mulher, entre ravinas e depósitos na vertente chegando ao canal.

 

Siga até à antiga vila de Belo Horizonte observando assuascaracterísticas que são quase idênticas às de há milhares de anos. Neste local o vale atingiu uma espessura de gelo superior a 200 metros.

 

Continue agora o percurso avistando as rochas transportadas por entre a vegetação na junção da Ribeira das Cortes entre o Vale Glaciário da Estrela e o Vale Glaciário de Alforfa, na vertente opostaàquela onde nos encontramos.

 

Siga até a Cabeçada e vire à direita entrando no caminho florestal que desce a encosta que desce até ao Cruzeiro. Continue pela estrada até Unhais da Serra onde o percurso termina.

 

PERCURSO DE AUTOMÓVEL:

(aconselhável o uso de um veiculo todo-o-terreno)

Duração: 50 m

Distância: 14 km

 

Saia da Torre em direcção à Covilhã. Passe pelo CântaroMagro e, logo à frente pela Nossa Senhora da Estrela. Siga entre curvas e contracurvas até se deparar com o Poio Judeu à esquerda. Contorne a Nave de Santo António e entre na estrada à direita.

 

Entretanto no Covão da Mulher, siga a estrada (um pouco desgastada) avistando as rochas transportadas da vertente oposta àquela onde nos encontramos.

 

Continue pela estrada. Passe a antiga vila de Belo Horizonte e a Cabeçada até chegar a Unhais da Serra onde o percurso termina.

 
De Manteigas a Pinhel: Uma volta beirã
Guarda-Torre-Vide
Matas do Fragusto
Rota dos Vales Glaciários
Rota Vila Soeiro
Roteiro Aldeias historicas
Vale Glaciar de Alforfa
Vale Glaciar de Loriga
Vale Glaciar do Covão do Urso
Vale Glaciar do Covão Grande
Vale Glaciar do Zêzere
Casa Grande de Loureiro

Casa Grande de Loureiro (Tábua)




ALFATIMA - Alojamento e Restaurante

ALFATIMA - Alojamento e Restaurante (Manteigas)




 

Restaurantes em destaque

 

Restaurante 'As Tilias' Churrasqueira

Restaurante 'As Tilias' Churrasqueira




Restaurante O MARIO

Restaurante O MARIO

 

 
 


© 2008-2017 Turismo da Serra da Estrela, Alojamentos, Restaurantes, Roteiros
 
  Clientes

 

Registar
Termos e condições de uso

Login

Ajuda

 

FAQ

Privacidade

Sobre nós

 

Sobre o Portal

Serviços

Como anunciar

Contacte-nos

 

Contactos